Drogarias e Farmácias

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

MUÇULMANOS ESPALHAM TEMPLOS E MUDAM ROTINAS DE CIDADES NO INTERIOR DO BRASIL


O Movimento migratório vem ocorrendo ja há 5 anos, mas curiosamente, após a saída em massa de refugiados da Síria, Iraque e Afeganistão, Líbia e demais países infestados de terroristas, e, sobretudo, após os atentados recentes na França, muitos muçulmanos estão indo parar em cidades do interior do Brasil. 

Nessas cidades, os sujeitos, alguns deles, declaradamente contrários aos cristãos, mas a maioria se dizendo pacífica e que deseja o bom convívio com todos, estão espalhando templos e abocanhando os poucos empregos dos brasileiros que estão vendo as cidades sorem tomadas por Cubanos, Haitianos, Chineses e agora Muçulmanos.

CLARO, as entidades das etenias, dizem que o objetivo é a coexistência pacífica entre os povos de todo o mundo. E esse é o desejo de todos. 

Ainda não se sabe o certo como toda essa gente conseguiu entrar no Brasil, sem qualquer triagem, assim como foi a na Europa.

Evidentemente, QUE TODAS AS PESSOAS DE BEM SÃO BEM VINDAS, mas em face do que está acontecendo no mundo, paira tremendas desconfianças sobre esse pessoal, sobretudo, por estarem espalhando templos para todo o lado e, de certa forma, mudando a rotina das cidades, a maioria pacatas como ocorre pelo interior de São Paulo e do Paraná.

O Folha de São Paulo apesar de seu esquerdismo, retrata mais ou menos o que está acontecendo, CLIQUE AQUI E VEJA.

         O salário médio é de R$1.100 por mês. A maioria trabalha para mandar dinheiro para os   parentes no país de origem, mas a alta do dólar reduziu essas remessas ao mínimo. Quase todos vivem em casas ou alojamentos cedidos pelas empresas contratantes.

         Com trajes típicos, esses estrangeiros estão se incorporando á paisagem urbana, embora a interação social com os moradores mais antigos seja restrinja a espaços públicos ou ao comércio. 


        Isso acontece mesmo em cidades como Marechal Cândido Rondon, onde há 190 deles, de dez nacionalidades.


Ainda, segundo é informado, os Muçulmanos tem conseguido salários de até R$ 1.100,00 Reais por mês, coisa que em tempos de crise no Brasil, seria como ganhar na loteria, tem uma sorte dessas.