Drogarias e Farmácias

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

SEM EMPREGO E SEM DINHEIRO, POVO NÃO COMPRA E COMÉRCIO "AFUNDA" COM 8º MÊS EM QUEDA


É DAÍ PARA PIOR....

País perdido em corrupção e autoritarismo, desgovernado por uma boneca de Lula que faz tudo por decretos, sem geração de emprego, sem dinheiro na praça, sem crédito em lugar algum, com inflação batendo 10%, juros explodindo, inadimplência nas alturas, somado a greve dos caminhoneiros, petroleiros e todo o tipo de revolta, que conduzem à desesperança diante de um futuro incerto, o Comércio e a Indústria afundam e, com isso, piora a situação e, certamente, vai aumentar ainda mais o desemprego, que atualmente passa de 12 milhões de pessoas sem ter o que fazer. 


O volume de vendas do comércio varejista recuou 0,5% em setembro, em comparação a agosto, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (12). Foi o oitavo resultado negativo seguido.

A receita nominal do comércio varejista, porém, permaneceu estável (0,1%) pelo segundo mês consecutivo.

O comércio varejista ampliado, que inclui o varejo e as atividades de veículos, motos, partes e peças e de material de construção, voltou a registrar variação negativa na margem, com decréscimo de 1,5% em relação a agosto na série com ajuste sazonal.

A receita nominal ficou em -1,2%. Em relação ao mesmo mês do ano anterior, o varejo ampliado registrou quedas de 11,5% para o volume de vendas e de 4,4% para receita nominal. No que se refere às taxas acumuladas, os resultados foram: -7,4% no acumulado do ano e de -6% nos últimos 12 meses, para o volume de vendas, e de 1,1% e 0,1% para a receita nominal, ***(Com informações de IG)

FONTE: FOLHACENTROSUL