Drogarias e Farmácias

sábado, 19 de dezembro de 2015

SUÉCIA: ESTADO ISLÂMICO DISTRIBUI CARTAS ONDE IMPÕEM PRAZO DE 3 DIAS PARA CIDADÃOS ESCOLHEREM ENTRE A CONVERSÃO AO ISLÃ OU O DEGOLAMENTO


Dezenas de cidadãos suecos receberam cartas assinadas pelo Estado Islâmico oferecendo três escolhas: conversão ao islão, pagar o imposto da extorção jizia, ou morte por decapitação. O governo entrou em pânico sem saber como reagir a estas ameaças. 

As cartas foram enviadas para moradores de várias cidades, tais como Estocolmo, Ronneba, Sigtuna e Vstroes. 

As cartas ainda ameaçam os recipientes com a explosão das suas casas , dizendo que a polícia não vai salvá-los, e que a morte irá se extender a todos. 

A Suécia tem um problema sério com o islão. A cidade de Malmo se tornou um gueto islâmico, e a imigração desenfreada tornou Estocolmo a capital européia do estupro. 

O teor da carta: 

"Em nome de Alá, o misericordioso, cheio de graça. Você que não são crentes serão decapitados em três dias em sua própria casa; vamos bombardear seus cadáveres podres depois. Você deve escolher entre essas três opções: 1. converter ao islamismo. 2. Pagar as jizya [imposto religioso] para a proteção 3. Ou então, você será decapitado. A polícia não vai impedir ou salvá-lo de você ser assassinado. (A morte vem para todos vocês)." 

O fato é: se não existisse islamismo na Suécia isso não estaria acontecendo. Eles abriram as porteiras, e agora pagam pelo erro. E no Brasil, você acha que vai dar no que?

PS> Lembre-se que o objetivo final é a implementação da Sharia. Terrorismo é apenas uma tática. Se fazer de pacífico e se expalhar lentamente é outra.


Via: pamelageller.com e Lei Islâmica em Ação