Drogarias e Farmácias

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

QUASE 10 ANOS DEPOIS, O MULTIBILIONÁRIO PAC SÓ TEM 9% DAS OBRAS EM FASE DE CONCLUSÃO


O multibilionário Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), foi lançado em 28 de janeiro de 2007. Quase 10 anos depois, a coisa não saiu do lugar servindo apenas para encher os bolsos dos politicopatas e dos empreiteiros corruptos, muitos deles já preso na Lava Jato.
E não faltam protestos e reclamações pelo Brasil de que o já foi feito, foi muito mal feito, incluindo as casinhas entregues por Dilma, governadores e prefeitos, onde jogam o povo lá na pqp, sem estrutura, longe de tudo.
***O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) foi um dos mais afetados pelo ajuste fiscal promovido pelo governo federal. O corte se refletiu no número de ações concluídas por meio da rubrica.
Apenas 9% das obras previstas neste ano estão concluídas ou em operação. Os dados foram levantados no 1º Balanço do PAC em 2015 e se referem ao período de janeiro a junho deste exercício.
Ao todo, 37.627 empreendimentos estavam previstos para este ano, mas somente 3.358 estão em fase de conclusão.
No balanço, o governo federal destaca que a economia brasileira passa por diversos ajustes que promoverão a retomada do crescimento em bases sustentadas.
A maior parcela das iniciativas, 62,1% ou 23.357, estão “em execução”. Destes 22.301 são considerados “em obras”, isto é, empreendimentos com ordem de início autorizada ou obra já iniciada. Os outros 1.056 estão “em execução”: o empreendimento já foi iniciado e a meta é a realização de estudo, projeto, plano, assistência técnica ou desenvolvimento institucional.
O “PAC 3”, uma das promessas de campanha da presidente Dilma Rousseff e que se daria a partir de 2015, não foi anunciado pelo governo. Apesar disso, o balanço chama as obras deste ano de “nova etapa”. “Nesta nova etapa, o PAC se consolida como um programa estruturante que incentiva o crescimento da economia, “direta e indiretamente, em diversos setores e promove a retomada do planejamento em infraestrutura”, aponta a publicação.
O Programa de Aceleração do Crescimento foi criado em 2007, considerado pelo governo federal um dos maiores projetos de infraestrutura logística, energética, social e urbana do país. A segunda etapa do PAC, iniciada em 2011, visava ampliar os investimentos público e privado em obras estruturantes, aprimorando as parcerias com estados e municípios. -
Do total de obras previstas para 2015, 10.878 estão em fases iniciais. Os empreendimentos estão classificados como em ação preparatória (7.699), em contratação (189) e em licitação de obra (2.644) ou projeto (346). -
Os valores aplicados no chamado 'PAC Orçamentário', passaram de R$ 53,9 bilhões em 2014 para R$ 34,9 bilhões neste exercício.. Em valores absolutos a redução foi de R$ 23,8 bilhões. ***(Com informações de Contas Abertas)
Fonte: folhacentrosu