Drogarias e Farmácias

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

TAMBÉM 'FIZERAM SUMIR' MAIS DE R$ 3 BILHÕES DO SETOR ELETRICO


Para onde foi mais essa dinheirama, paga pelo povo?
A queda de investimentos das estatais foi puxada pela Petrobras. No entanto, outras companhias também contribuíram para a retração.

É o caso da Eletrobras que destinou R$ 1,4 bilhão a menos para obras e compras de equipamentos no setor em 2015, quando comparado com 2014. Em termos percentuais a queda foi de 17,8%.
O levantamento do Contas Abertas inclui vinte e sete empresas no setor de energia elétrica, em atividades de pesquisa, geração, transmissão, distribuição urbana e rural e comercialização. Os dados levantados pelo Contas Abertas são constantes, atualizados pelo IPCA do período. -
As informações, fornecidas pela própria Eletrobras ao Ministério do Planejamento, constituem uma da únicas formas de acompanhar os investimentos da estatal. O conjunto de empresas do setor elétrico aplicou R$ 6,3 bilhões no ano passado.
Ao todo, R$ 8,8 bilhões estão autorizados para o orçamento de investimentos da companhia. Isso quer dizer que o grupo Eletrobras deixou de investir R$ 2,6 bilhões em 2015. Em 2014, as cifras alcançaram R$ 7,6 bilhões. A dotação, no entanto, também era maior: R$ 9,2 bilhões.
O diretor do Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE), Adriano Pires, lembra que em 2015, a Eletrobras iniciou um processo de enxugamento e redução de investimentos, que envolve a venda de subsidiárias. Além disso, a estatal do setor elétrico executou revisão para baixo no seu plano de investimentos de longo prazo. “O que está evitando os apagões é a demanda caindo por eletricidade e petróleo. Quando esse país voltar a crescer, o que, se Deus quiser, vai acontecer, não vamos ter energia”, explica Pires. - (Com informações do Contas Abertas)