Drogarias e Farmácias

quinta-feira, 19 de maio de 2016

DESEMPREGO AUMENTA E EM TODO PAÍS BRASILEIROS PENAM SEM DINHEIRO E ENDIVIDADOS


Em 2015, mais de 54 milhões de brasileiros estavam com o nome sujo na praça. Com o desemprego e a falta de perspectiva quanto a melhoria da situação nacional, esse número deve estar beirando os R$ 100 mihões.
Além disso, os últimos dados oficiais falavam em quase 11 milhões de desempregados em todo o Brasil. Mas, convenhamos, para além das tais 'pesquisas do IBGE', o número de desempregados, sobretudo pela quebradeira e pela estagnação do comércio em geral, deve passar dos 20 milhões facilmente.
Segundo o tal do IBGE, a taxa ficou 10,9%. No Nordeste, passou de 9,6% para 12,8%, no Sudeste, de 8% para 11,4%, no Norte, de 8,7% para 10,5%, no Centro-Oeste, de 7,3% para 9,7%, e no Sul, de 5,1% para 7,3%.
Até quando?
Até o Brasil  ter um governo de verdade, com políticos não profissionais, com pessoas dignas, homens, mulheres que amem sua Pátria e trabalhem para que ela evolua como Nação. Contudo, isso implica na Conscientização da maioria da população que não pode cair em 'papinho de politiqueiros em ano de eleição', que tem que aprender que não se pode 'endeusar políticos', chegando a infantilidade de apelidá-los de 'mitos' ou coisas parecidas, e, sobretudo, que não venda seu voto de maneira alguma, muito menos por qualquer migalha'. As eleições municipais vem aí, e está será a primeira oportunidade da maioria mostrar que amadureceu em termos de mentalidade sobre a política nacional. Vamos ver.
Até lá, que o governo interino, provisório, de Michel Temer e cia ltda, se mexa para, ao menos, amenizar a situação do país, afundando em rombos, roubalheiras, quebradeira, desemprego e dívidas. (Com fotos de Folha de SP IstoÉ)