Drogarias e Farmácias

quinta-feira, 16 de junho de 2016

MARINA SILVA 'EMBOLSOU DINHEIRO DO PETROLÃO', OCULTOU O CAMBALACHO E SE FEZ DE 'SANTA'


Não é de hoje que todos já sabem que a REDE de Marina Silva é um puxadinho do PT, um plano B do PT.
Marina Silva sempre se mostrou ao público como se fosse uma 'santa', incorruptível.
Mas, as revelações até agora feitas em face do acordo de delação do emprefeito preso na Lava Jato, Léo Pinheiro, deixam Marina mais atolada do que vaca no banhado.
Assim, relata o Folha de SP, via Metrópoles:
[...] O mpresário Léo Pinheiro, da OAS, afirmou nas negociações para fechar um acordo de delação premiada na Lava Jato que representantes da ex-senadora Marina Silva pediram contribuição para o caixa dois da campanha presidencial de 2010.
Ainda de acordo com o jornal, Pinheiro teria dito que a contribuição foi pedida por Guilherme Leal, sócio da Natura e um dos principais apoiadores de Marina Silva, e Alfredo Sirkis, um dos coordenadores da campanha do PV – partido pelo qual a ex-senadora disputou a presidência naquele ano. Ambos negaram o recebimento de contribuições ilícitas.
Leal e Sirkis teriam se reunido com Pinheiro em maio de 2010, quando a campanha ainda não havia começado.
A OAS fez uma doação de R$ 400 mil ao PV do Rio de Janeiro, que foi registrada na Justiça eleitoral.
A ex-senadora negou à reportagem da Folha que tenha usado recursos de caixa dois na disputa presidencial de 2010. Seria por ter ocorrido antes da campanha que a contribuição não aparece na prestação de contas da disputa daquele ano. [...]
Aécio Neves, José Serra e outros também são delatados pelo ex-presidente da OAS, Leó Pinheiro.
Fonte: Folhacentrosul