Drogarias e Farmácias

segunda-feira, 25 de julho de 2016

CHAMPUTER: A TECNOLOGIA MILITAR QUE FAZ COM QUE AVIÕES "CRESÇAM" EM LABORATÓRIO


Os Cientistas do Reino Unido estão desenvolvendo um conjunto de técnicas revolucionárias que permitirão que um avião cresça em laboratório mediante substâncias químicas.

Esta nova técnica em desenvolvimento, é chamada Chemputer (uma jogo de palavras entre Chemistry - química e computer em inglês).

Esta técnica revolucionária é diferente de tudo já conhecido em relação à construção aeronáutica em questão.

Os aviões já não mais serão criados mediante peças de aviões que são montadas em fábricas, nem tampouco serão fabricados por impressoras 3D.

As últimas inovações desenvolvidas pelo professor Lee Cronin, da Universidade de Glasgow (Escócia) estão em outro nível.



Sob assessoramento industrial de uma das maiores contratantes militares do mundo, a BAE Systems, Cronin poderá fazer "crescer" em laboratório pequenos aviões não pilotados.

Enquanto que uma impressora 3D faz fisicamente as partes de uma máquina, o Chemputer acelera as reações químicas em nível molecular, fazendo crescer em algo parecido com uma incubadora, o que permitirá fabricá-los em questão de semanas, ao invés de meses.


O método implicará o uso de uma tecnologia química muito avançada, baseada em tintas químicas e em digitalização da química de materiais sintéticos.

Este novo método de fabricação, o qual ainda está em fase de desenvolvimento, representa um novo nível de evolução posterior à impressora 3D.