Drogarias e Farmácias

segunda-feira, 25 de julho de 2016

LEGISLADORES RUSSOS ADVERTEM QUE O POKÉMON GO É "OBRA DO DIABO E DA CIA"


O senador de Moscou, Franz Klintsevich, membro do partido de Putin, acusou o jogo de realidade aumentada Pokemon Go de ser uma criação diabólica.
"Tenho a sensação de que o diabo atua através deste mecanismo e simplesmente trata-se de destruir-nos espiritualmente de dentro para fora", afirmou Klintsevich.

Segundo o senador, deve-se disparar um "alarme muito sério", sobre o popular jogo de realidade virtual.

Sua advertência ecoou através de uma figura destacada no Conselho de Direitos Humanos do Kremlin, Yana Lantratova, de 27 anos, que afirmou que serão impostos controles sobre o jogo.

Yana Lantratova
Klintsevich exige que as instituições religiosas russas, presídios, hospitais, centros sociais, cemitérios e os monumentos chaves devam ser excluídos do mundo de Pokémon Go.

Franz Klintsevich

"Os locais sagrados devem ser excluídos devido ao risco de ofender as pessoas", insistiu o senador da Rússia Unida, que é vice-presidente da Comissão de Segurança e Defesa do Conselho da Federação.

"Do contrário, vamos chegar às camas e as questões íntimas", advertiu.

"Tais jogos podem afetar a saúde mental, o comportamento e as relações pessoais, promovendo a promiscuidade e a permissividade", advertiu o senador aos russos.

"Mas entendo que é extremamente difícil de controlar esta aérea hoje em dia", disse em uma entrevista a Izvestia.

"Existe a impressão de isto foi imposto por pessoas de fora da Rússia, que sabiam há vários anos que as consequências seriam irreversíveis".


Suas preocupações foram repetidas pela Sociedade de Cossacos Ortodoxos de San Petersburgo, que se mostraram preocupados ante a possibilidade por trás do jogo, estejam os espiões americanos.

"Talvez, os jogadores estejam trabalhando para a CIA sem nem sequer saber", disse um representante.

"É como uma droga, e como resultado, os jogadores perdem anos de vida em vez de preencher seu tempo com atividades mais úteis."

O grupo cossaco também pediu aos desenvolvedores de jogos nacionais, que inventem "jogos patriotas" e que os russos não joguem jogos criados pelo ocidente.

Os representante da Igreja ortodoxa russa também pediram que a população abstenha-se "capturar Pokemons" em igrejas.

Na Rússia, espera-se o lançamento oficial do jogo nos próximos dias.


O jornal Moskovsky Komsomolets, advertiu aos seus leitores sobre o perigo de Pokémon Go:

"Pokémon Go poderia vir a ser um jogo a serviço dos espiões, visto que os jogadores não jogam somente nos exteriores, mas também nos interiores. Isso poderia levá-los, por exemplo, a entrar em escritórios e permitir espiar documentos importantes. Os serviços de inteligência estrangeiros têm acesso aos dispositivos móveis e isso lhes permite rastrear a informação necessária e fazer gravação de áudio e vídeo".

"O jogo deve ser proibido até que se tenha estabelecido os controles pertinentes sobre ele".