Drogarias e Farmácias

domingo, 31 de julho de 2016

O RANCHO NEVERLAND DE MICHAEL JACKSON ERA UM LOCAL DE PROGRAMAÇÃO MKULTRA?



Um relatório de 2003 da polícia que foi recentemente divulgado revela que imagens de sexualidade infantil, sangue, tortura, sacrifícios de animais, sadomasoquismo e outros materiais perturbadores foram encontrados na casa de Michael Jackson, o rancho Neverland. Esses itens (e muitos outros) apontam para ao rancho ter sido utilizado como um local de programação MKULTRA. 

Em artigos anteriores sobre Michael Jackson, expliquei como ele foi preparado desde uma idade jovem para se tornar um fantoche da elite. Seus manipuladores não só controlavam a sua carreira profissional, mas toda a sua vida. Ele foi o produto de um sistema corrupto e desonesto que lhe deu fama e fortuna, mas destruiu sua vida e alma. O fluxo interminável de relatos bizarros sobre Jackson, destacado por sua aparência e comportamento perturbador, fez o mundo inteiro qualificá-lo, na melhor das hipóteses, como um "esquisitão", ou, na pior das hipóteses, como um molestador de crianças.

O rancho Neverland é a manifestação física de tudo que Jackson tinha: criatividade sem limites, inocência, ostentação... e um lado escuro escondido totalmente perturbador. Um olhar mais atento para os itens extraídos do rancho ao longo dos anos (por meio de leilões e investigações policiais) conta uma história assustadora sobre o que estava acontecendo entre aquelas paredes.

De acordo com um relatório da polícia que foi divulgado recentemente, o rancho estava repleto de materiais chocantes que eram usados para fazer as "crianças perderem suas inibições". Isso levou os investigadores a afirmar que Jackson (sozinho) atraía as crianças para sua casa a fim de molestá-las.

No entanto, um olhar mais cuidadoso dos objetos encontrados no rancho revela muito mais do que se imaginava: havia uma abordagem calculada e metódica para a "loucura", que era claramente sobre "programar" crianças para atuar de forma específica. Esse processo sistemático, que envolve causar trauma a fim de provocar a dissociação, é a base do controle mental Monarca (se você nunca ouviu falar de programação Monarca, leia este artigo primeiro).

Tudo sobre o rancho cheira a "cultura" do controle mental Monarca, desde o tema geral, as obras de arte, ao material de programação ilícito. Em suma, o rancho Neverland foi mais do que um esconderijo assustador para Michael Jackson: era um local de programação de propriedade da elite. Michael Jackson não estava no controle das coisas - ele foi programado para não escapar de Neverland. Literalmente.

Neverland (Terra do Nunca)

O logotipo do rancho consiste em um menino pensativo
 sentado na lua vestindo uma roupa de bebê . Ou uma 
criança traumatizada após dissociação. 

O rancho Neverland recebeu esse nome por causa da ilha da fantasia na história de Peter Pan - o menino que nunca crescia. Desde a sua criação, o rancho foi construído em torno de um tema que é extremamente significativo no mundo MKULTRA. De fato, em controle mental Monarca, a "programação Peter Pan" é o nome de um script real usado para traumatizar e programar crianças. Através de trauma e tortura, vítimas são orientadas a dissociarem para a Terra do Nunca, um mundo de maravilhas e juventude eterna.


A programação Peter Pan é um tipo de programação de controle mental, segundo a qual o programador/manipulador usa o livro oculto "Peter Pan", também conhecido como "Peter Pan; ou o Garoto que Não Crescia", escrito pelo autor escocês J. M. Barrie como uma peça de 1904 e um romance de 1911, para reforçar a programação. Também faz parte da programação monarca.

Durante a programação, as vítimas são ditas para fugir para a 'Terra do Nunca' enquanto induzidas a dissociarem da realidade. Terra do Nunca é chamada assim porque uma vez que você coloca os pés lá, você nunca mais pode sair.

Peter Pan alude ao sátiro Pan - na mitologia grega, Pan é o deus Arcadiano insaciável da luxúria e da magia, que seduz homens e mulheres com seus tubos e libertinagem, o símbolo da libido, a personificação da procriação indisciplinada na natureza.

- Peter Pan Programming, The Talking Pot


Na entrada do rancho Neverland, há uma imagem
 de um menino olhando para um sátiro com chifres, 
uma versão em miniatura de Pan.

Pan era uma divindade grega proeminente. O deus da natureza foi muitas 
vezes representado com chifres na cabeça e a parte inferior do corpo como de
 uma cabra. Pan é uma divindade fálica e suas características animalescas são
 uma personificação dos impulsos carnais e da procriação dos homens.


Escravos que são submetidos à programação Peter Pan têm um alter-persona que "nunca cresce", e continua a ser uma criança que é abusada com consentimento.

O mascote/identificador da programação Peter Pan é uma luva branca; o branco é a cor da pureza e inocência, assim como as crianças que são inocentes e puras.

O Capitão Gancho, inimigo de Peter na história, usa um gancho em seu braço direito, porque o crocodilo comeu sua mão direita depois que Peter a cortou e jogou pra fora do seu navio.

O Capitão Gancho é o manipulador nesse tipo de programação, e a luva representa a mão ausente/invisível - as "mãos invisíveis" de programadores de controle mental que manipulam escravos Monarcas.

Michael Jackson foi programado com um complexo de Peter Pan, é por isso que seus manipuladores construíram o rancho Neverland para ele viver. Ele ficou preso a um certo estágio da infância; e, portanto, Michael relacionava-se com meninos, brincava com eles e os trazia para dormir a noite lá. Em sua mente, ele sempre foi um menino, eles não queriam que ele crescesse. Michael não era um pedófilo, as alegações eram simplesmente fabricadas de modo a traumatizá-lo e torná-lo mais fácil de controlar quando a sua programação estava falhando e ele estava lutando contra sua escravidão.

Eles o injetaram com hormônios de pré-adolescente para evitar que sua voz mudasse. Ele foi quimicamente castrado com anti-hormônio masculino sintético de ciproterona, que bloqueia a puberdade e impede a voz de amadurecer. Ele também impede que o cabelo corporal e o da laringe cresça, e afeta os ossos, deixando o corpo miúdo, mas um tórax grande. Uma vez que o tratamento é concluído, o paciente mantém a laringe de uma criança por toda a vida no corpo de um homem. 

- Ibid


Michael Jackson foi fisicamente e mentalmente alterado por um grupo de manipuladores que controlavam a sua carreira musical e sua vida pessoal e, quando Jackson mostrou sinais de rebelião, acabaram com sua vida. O rancho Neverland foi uma homenagem perturbadora para a programação Peter Pan, o script que o próprio Jackson foi submetido. Ou pior, o rancho foi provavelmente usado para programar outras crianças inocentes.

Esta imagem de uma revista francesa diz: "Neverland: Ele 
criou um paraíso onde as crianças vivem no paraíso eterno." Irônico.

Existem várias imagens de Jackson levando um bando de crianças no rancho.

Lotado de brinquedos, fliperamas e até mesmo uma roda gigante, o rancho Neverland parecia ser o lugar mais divertido na Terra. Era exatamente o oposto.

Aqui estão os itens encontrados na propriedade de Jackson ao longo dos anos.

A Invasão da Polícia em 2003

Em junho de 2016, o site RadarOnline divulgou o relatório policial completo (leia aqui) da invasão no rancho Neverland em 2003. Os documentos recolhidos pelo Departamento policial do condado de Santa Bárbara incluem imagens de "sangue, sacrifício animal, tortura infantil, nudez adulta e infantil e BDSM feminino".

As descrições de itens dentro do relatório muitas vezes terminavam com esta frase:


"Com base na minha formação, esse tipo de material pode ser usado como parte de um processo de 'preparação' pelo qual pessoas (aquelas que pretendem molestar crianças) possam reduzir as inibições das suas vítimas pretendidas e facilitar o abuso sexual das referidas vítimas".

- Relatório da Invasão Policial


Como indicado acima, o material encontrado nessa invasão não era simplesmente de natureza lúbrica. Foi cerca de uma cultura doentia e distorcida em torno do abuso. Algumas das imagens encontradas no rancho estavam realmente repletas de simbolismo MK, provando que aquilo era sobre algo maior do que implicado na notícia.

A polícia encontrou vários artbooks que caracterizam as crianças 
em várias cenas inquietantes - muitas vezes em "situações adultas".

Um manequim com duas cabeças: uma maneira perfeita 
de representar um escravo MK com um alter-persona.

Falando de manequins, algumas fotos recentes divulgadas da invasão 
mostram que o rancho continha vários manequins em tamanho natural 
de crianças. Pra que eles estavam sendo utilizados?

 Este foi encontrado colocado de forma 
estranha em um trono de Michael Jackson.

Um vídeo da invasão revelou a existência de uma 
sala secreta contendo uma boneca duende e travesseiros
 de Peter Pan. Foi usado para abusar de vítimas?

O relatório da polícia menciona a descoberta de várias fotografias com detalhes bizarros que descrevem jogos mentais distorcidos envolvendo jovens vítimas.

 A nota escrita à mão sobre o relatório menciona que 
as palavras "Você está com medo ainda" são "mensagens-
códigos". Nos termos MK: palavras gatilhos.

O Leilão de 2009

Pouco depois da morte de Jackson, um leilão em massa foi realizado para liquidar alguns dos itens mais valiosos no rancho. Apesar de não haver material gráfico do leilão, o tema principal dessas obras assustou bastante alguns observadores.

Esse quadro foi um dos vários que retratam Jackson
 como uma versão moderna do Flautista de Hamelin.

A história do Flautista de Hamelin conta que ele usou sua
 flauta mágica para atrair as crianças para longe de seus pais.

Alguns detalhes do quadro são um pouco estranhos e decepcionantes. 

E desnecessários.

Jackson também possuía esta escultura de Abraham Lincoln, 
como se estivesse se perguntando por que há crianças em seu colo.

Um quadro de Peter Pan levando as 
crianças para Neverland... e para a dissociação.

Conclusão

Embora as notícias estejam sempre prontas para retratar Michael Jackson como um maníaco que atraía crianças para a cama, as coisas eram claramente mais complexas do que isso. Havia pessoas por trás dele. Pessoas más, manipuladoras, sádicas que estavam no controle de sua vida, que transformaram o jovem cantor do Jackson 5 no Michael Jackson fisicamente e mentalmente bizarro que conhecemos até hoje. Além de ser um escravo em um sistema perverso, ele foi usado para atrair mais vítimas no mundo horrível do controle mental.

O rancho Neverland foi mais do que a casa de Michael Jackson, foi uma celebração surreal da depravação,  ao mesmo tempo que servia como uma "embaixada internacional" da programação Peter Pan.

Alguém poderia perguntar: foi Jackson um participante ativo nesse processo? Ele foi talvez programado para isso? Foi ele simplesmente outro escravo vagando pelo rancho, sem realmente saber o que estava acontecendo? Apenas algumas pessoas sabem a verdade - aquelas que realmente administraram o rancho.

Uma coisa é certa: quando Jackson começou a sair de Neverland e a se reconectar com a realidade, quando sua programação começou a falhar e sua consciência o fez falar, ele foi entupido de drogas até que ele parou de respirar. Ele foi enviado para Neverland uma última vez... e eles se certificaram de que ele nunca mais voltaria. Esse é o destino do escravo MK. Seus manipuladores? Eles desapareceram nas sombras, impunes e com publicidade zero. Esse é o destino daqueles protegidos pela elite.

Fonte: VC