Drogarias e Farmácias

quinta-feira, 16 de março de 2017

DIA DA MULHER E OS JOGOS DE ESTUPRO ISLÂMICO - CADÊ A MÍDIA E AS FEMINISTAS?


Neste dia da mulher, meu intestino se embrulhou ao ver tanto a mídia falar sobre "empoderamento feminino", vi títulos de matérias de jornais e na Tv como: "9 a cada 10 mulheres já foram cantadas"... "2 a cada 5 homens podem se tornar estupradores"... Parecia que Maria do Rosário estava ditando as publicações...

Mas já que a esquerda globalista defende tanto a introdução da cultura islâmica no ocidente, porque eles também não protestaram contra a cultura do estupro existente dentro do islamismo?

É uma hipocrisia sem tamanho... o esquerdismo é uma doença mental e espiritual, que domina os incautos como um vírus. Uma manipulação demoníaca!

---

Gangues de estupradores, "jogos" de estupro, eis o enriquecimento cultural da Europa proporcionado pelos milhões de muçulmanos importados pela senhora Merkel e Companhia:


Vindos de países onde as mulheres valem menos que um camelo, e as mulheres "infiéis" valem menos que bosta de camelo, os invasores muçulmanos têm levado a cabo uma epidemia de estupros de mulheres e crianças na Europa. O estupro em massa sempre foi uma das armas da colonização islâmica. Veja a nossa pequena secção JIHAD SEXUAL. Muitas vezes, as vítimas são torturadas e assassinadas.

Os governos europeus estão felicíssimos com todo este processo de islamização e substituição populacional, e tratam de encomendar mais e mais milhões de colonos, enquanto põem na cadeia quem denuncia a catástrofe em curso.

Hoje, que se celebra o Dia da Mulher, assinalamos o regresso do cinto de castidade à Europa, o continente que até há poucos anos era de longe mais livre e democrático do Mundo:




1. CRIADOR ALEMÃO INVENTA CUECAS ANTI-ESTUPRO PARA COMBATER ONDA DE ATAQUES SEXUAIS

Uma empresa alemã inventou umas cuecas de senhora anti-estupro com uma fechadura e alarme.

Na promoção do artigo pode ler-se: "Mal um dia passa sem manchetes de assaltos sexuais".
As feministas criticaram as roupas anti-estupro como sendo um 'cinto de castidade moderno'.

 A usuária insere uma combinação de bloqueio e se esta for adulterada o alarme é accionado.
 

O fabricante diz que o artigo é simples de usar e dá às usuárias uma sensação de segurança.


A Imprensa alemã informou que as cuecas são tão populares que algumas lojas on-line esgotaram. 
Por causa da fechadura, as cuecas não podem ser despidas, e são feitas com um material que é quase impossível de cortar ou rasgar.
 
O alarme de 130 decibéis é activado automaticamente se a peça for cortada. 

Dispositivos de segurança similares, como pequenos sistemas de alarme para bolsas, foram recentemente no mercado na Alemanha para proteger as mulheres de possíveis ataques.

Na véspera de Ano Novo de 2015, as celebrações em Colónia foram marcadas por ataques sexuais em massa contra mulheres e no ano passado, em Outubro, Maria Ladenburger, de 19 anos, foi estuprada e assassinada na cidade de Friburgo.

Traduzido e resumido do DAILY MAIL 



 A empresa também recebeu pedidos do Japão, Finlândia, Suécia, Itália, Taiwan e Estados Unidos ....

2. O ISLÃO APROVA O ESTUPRO E A ESCRAVATURA SEXUAL

Há abusos das mulheres em todas as sociedades, mas o Islão é a única "religião" que aconselha o espancamento de mulheres, a execução de mulheres supostamente adúlteras, a escravatura sexual e o estupro das não-muçulmanas como arma de domínio. CONFIRA: 

"Quando eu quero uma escrava sexual, vou ao mercado e compro-a!"
 

"A mulher livre deve ser completamente coberta, excepto o rosto e as mãos. Mas a escrava sexual pode andar nua da cintura para cima" - Salwa al-Mutairi


3. A ESQUERDA MODERNA CONVIVE BEM COM O ESTUPRO ISLÂMICO 

A Suécia, outrora o paraíso da liberdade sexual, em que o estupro era um fenómeno desconhecido, é presentemente o 2ª país do Mundo com maior taxa de estupros de mulheres e crianças, a seguir à Nigéria islamizada:

A Capital Europeia da Jihad Sexual 


O governo feminista de esquerda da Suécia, que passa vida a emitir condenações contra Israel (por se defender dos terroristas)e a desfilar de véu islâmico em frente aos terroristas iranianos, acha muita graça:

Rindo da Jihad Sexual na Europa




Uma jornalista que visitou a Suécia descobriu que as mulheres têm medo de sair à noite, e literalmente "correm para casa", fugindo dos grupos de imigrantes, e temem falar, por medo de serem condenadas publicamente como racistas:


4. AS FEMINISTAS MODERNAS APROVAM O ESTUPRO ISLÂMICO E A OPRESSÃO DAS MULHERES NO MUNDO ISLÂMICO

As feministas de hoje estão perfeitamente confortáveis com os muçulmanos que estupram, torturam e matam mulheres e crianças. É que, segundo a teoria delas, o "inimigo" é o homem branco judaico-cristão e ocidental. Por isso, é uma impossibilidade matemática que qualquer outro ser humano possa sequer errar. E se erra, a culpa é do homem branco judaico-cristão e ocidental. Por isso, está à partida justificado e pode fazer o que bem entenda. 

Além disso, a moderna esquerda vê nos colonos muçulmanos uma população que pode substituir com vantagem os nativos europeus, que, burros como são, não compreendem as delícias do Comunismo/Socialismo, da Coreia do Norte e do Irão, regimes perfeitos, paraísos terrenos!



(Video) 3 "migrantes" transmitiram estupro de sueca em directo no Facebook
Etc..


Via http://amigodeisrael.blogspot.com.br/