Drogarias e Farmácias

terça-feira, 7 de março de 2017

TERCEIRO TEMPLO JÁ APARECE SIMULADO NO MONTE DO TEMPLO EM JERUSALÉM PELO GOOGLE MAPS



O novo Templo de Salomão pode ser visto no Google Maps, aparecendo no lugar do Monte do Templo, após um estudante israelense chamado Elyasaf Libi, junto com outros colaboradores, resolver reconstruir o templo virtualmente em 3D, para dar a oportunidade de pessoas de todo mundo fazem uma excursão virtual no que seria o Terceiro Templo de Salomão, associado às profecias do Apocalipse.

Com a ajuda do programador de computação Yehudah Vinograd, especialista em criação de jogos 3D, Elyasaf Libi conseguiu recriar em terceira dimensão o ambiente do Templo de Salomão utilizando dados arqueológicos e históricos, além de aplicativos para aumentar a interatividade dos visitantes virtuais.

“Devido à riqueza de informações e a profundidade do estudo já feito, foi realmente mais fácil para reproduzir do que um projeto teórico que nunca havia sido realmente construído”, disse Vinograd em publicação no site Breaking Israel News.

Vinograd se refere aos dados históricos existentes, que tratam a construção do Templo de Salomão, no passado, como algo, de fato, arqueologicamente comprovado. Foi com base nesses dados que eles conseguiram reconstruir de forma relativamente fácil o que seria o terceiro Templo Sagrado.

“Eu nomeei o projeto de ‘Har Habayit B’Yadenu‘ (O Monte do Templo está em nossas mãos). Esta é a frase que o exército de Israel utilizou para anunciar que haviam conquistado o Monte do Templo, mas eu vi isso como tendo um significado mais profundo. A capacidade de reconstruir o Templo realmente está totalmente em nossas mãos, e só precisamos querer fazer acontecer.”, disse Elyasaf.

Recentemente publicamos que a convocação a judeus de todo o mundo para reconstrução do Templo em Jerusalém foi vista como sinal do Apocalipse, e ao que parece, a recriação em 3D do Templo Sagrado reforça esse conceito bíblico, especialmente dos cristãos.

“Somos abençoados por viver em uma época em que a tecnologia pode ajudar-nos a imaginar as coisas de uma maneira poderosa. Eu queria usar esse poder para ajudar a trazer o Templo de volta”, acrescentou Eluasaf, explicando que apesar do Google, provavelmente, excluir em algum tempo os dados no “Maps” devido aos conflitos políticos com a Palestina, vale a pena manter a expectativa da reconstrução do novo Templo de Salomão.