Drogarias e Farmácias

quinta-feira, 20 de abril de 2017

CENSURA GLOBALISTA: FACEBOOK COMEÇA A EXCLUIR MILHARES DE CONTAS SOB PRETEXTO DE COMBATER 'NOTÍCIAS FALSAS'



Aviso apareceu para vários usuários da rede social.
Facebook associou-se a órgãos da grande imprensa esquerdista para implantar programas de suposta verificação de fatos (fact-checking).

Atente-se! Você pode ser o próximo alvo desta mordaça por postar algo que confronte o establishment globalista-esquerdista.

Faltando poucos dias para as eleições na França, o facebook anunciou ter eliminado cerca de trinta mil contas de usuários naquele país. Segundo a empresa globalista que controla a maior rede social do mundo, a exclusão faz parte do esforço mundial para combater o que chamam de divulgação de informações falsas e e outros conteúdos considerados inautênticos, atribuídos a perfis supostamente falsos. Dentre as páginas e perfis eliminados encontram-se alguns com os mais altos índices de tráfego e de acessos.

O facebook associou-se a órgãos da grande imprensa no país para implantar programas de suposta verificação de fatos (fact-checking) que teriam por finalidade combater a divulgação de informações falsas, especialmente aquelas relacionadas às eleições presidenciais francesas que ocorrerão nos próximos dias. Eleições nas quais a candidata da direita, Marine Le Pen, tem grande possibilidade de sair vitoriosa.

O fato é que esse palavreado usado pelos chefes das redes sociais serve apenas para esconder a decisão já tomada por essas grandes corporações globalistas de exercer a censura pura e simples contra vozes dissidentes do campo da direita e dos conservadores. A União Europeia, que em termos de guerra política globalista corresponde a uma versão continental da ONU, já vem tomando medidas legais para restringir a liberdade de expressão de seus países membros.

No ano passado, foi firmado um acordo entre a União Europeia e as corporações que controlam o facebook e o twitter no sentido de combater o que eles chamam de discurso de ódio, com base na legislação continental.

O que chamam de discurso de ódio é qualquer manifestação de pensamento que conteste a agenda globalista no continente, em especial no que diz respeito a críticas às políticas imigratórias que têm escancarado as fronteiras dos países europeus para a invasão muçulmana. A eliminação de trinta mil contas de usuários do facebook na França foi simplesmente um ato de censura, destinado a proteger os interesses islâmico-globalistas no país.

Com informações de Breitbart. #CriticaNacional #TrueNews



Via Crítica Nacional e Olhar Digital