Drogarias e Farmácias

terça-feira, 18 de abril de 2017

Limpeza através do voto? Nas urnas do sistema eleitoral fraudado???


Como já era precisto, além dos ataques à todas as investigações, a tentativa de aprovar leis criminosas, também está ocorrendo o movimento do 'empurra com a barriga'.


Sim.

Os canalhas e ladrões da República estão se movimentando para que os rabos presos do STF levem 'de boas', os muitos inquéritos, dessa fase inicial lenta Lava Jato do Supremo. Isso, segundo previsões iniciais, pode fazer com que o STF julgue a tropa de ladrões só depois de 2022, e olha lá.

Além de tudo isso, os pilantras estão jogando tudo para as urnas problemáticas e o sistema eleitoral hackeável, fraudado e nenhum pouco transparente.

O discurso de que ,"é nas urnas que o povo fará a faxina", é de uma burrice tremenda, coisa que só pode sair da cabeça de acomodados e medrosos, que param tudo para assistir copa do mundo, bbb e carnaval, mas que não param pra passar o Brasil a limpo.

O FATO É...

O fato é que o STF não vai julgar ninguém até 2018 e todos os metidos na roubalheira poderão concorrer e se eleger novamente, obtendo o maligno Foro Privilegiado, outra vez.

O TRÂNSITO EM JULGADO...

Diz a BBC Brasil: [...] Na prática, para serem formalmente impedidos de se concorrer, os novos suspeitos precisam ser condenados pelo STF, pelo Superior Tribunal de Justiça ou por uma corte de segunda instância até outubro de 2017.

Isso significa, por exemplo, que o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB) ou o ex-ministro Antonio Palocci (PT), ambos presos e condenados por Sergio Moro na primeira instância da Justiça Federal, por ora poderiam disputar eleições, já que ainda não tiveram a sentença confirmada por uma corte colegiada. [...] (Com BBC Brasil) http://www.bbc.com/portuguese/brasil-39588343?ocid=socialflow_twitter

RESUMUNDO...

Tudo indica que os ladrões seguirão no poder.

Enquanto não tiver uma revolta geral, com o povo pegando pesado, nada mudará e novos "Petrolões" cedo ou trade surgirão por aí.

(Emersom Rodrigues, Editor do FCSBR, para os blogs da mídia livre e combativa no Brasil e no exterior)


Fonte: FolhaCentroSul