Drogarias e Farmácias

sexta-feira, 19 de maio de 2017

EXÉRCITO BRASILEIRO DESMENTE INFORMAÇÕES DADAS PELA FOLHA DE SÃO PAULO, À RESPEITO DE JAIR BOLSONARO


Exército Brasileiro desmente informações dadas pela Folha de São Paulo, à respeito do deputado federal Jair Messias Bolsonaro.

Apesar de não dar muito destaque em seu site, o jornal admitiu o erro e modificou a matéria que colocava o capitão Bolsonaro como “culpado” das acusações.

Porém, o Exército Brasileiro, através de sua assessoria de comunicação, desmentiu o fato, e explicou que o Militar passou a integrar a reserva, por ter sido eleito vereador pelo estado do Rio de Janeiro em 1988. Além de esclarecer que o deputado foi considerado: INOCENTE.

Segundo consta documento assinado pelo Gal Leônidas Pires Gonçalves, onde diz que o caso foi arquivado por falta de provas físicas, portanto o STM decide favorável ao acusado.

ACUSAÇÕES FEITAS PELO JORNAL:

Para quem não sabe, Bolsonaro foi acusado de agir de forma indisciplinar perante seus comandantes. Além de ter sido acusado de planejar explosões de baixa intensidade, que segundo o relator serviria de alerta para reivindicar as melhores condições salariais. E por isso, foi condenado, e passou para a reserva.

FATO DESMENTIDO PELO EXÉRCITO 

Exército desmente Folha de São Paulo: “Capitão Jair Bolsonaro não foi condenado. Ele saiu do Exército para tomar posse em cargo eletivo.”


Folha de São Paulo corrigiu o seu erro, mas manteve a matéria.



Link original da matéria falsa da Folha de São Paulo –http://www1.folha.uol.com.br/poder/2017/05/1884033-bolsonaro-admitiu-atos-de-indisciplina-e-deslealdade-no-exercito.shtml


Link do vídeo da entrevista:
https://www.youtube.com/watch?v=eI7JJ825hyY



Via http://www.conservadorismodobrasil.com.br/2017/05/exercito-brasileiro-desmente-informacoes-dadas-pela-folha-de-sao-paulo-respeito-deputado-federal-jair-messias-bolsonaro.html#