BitMiner - free and simple next generation Bitcoin mining software

sexta-feira, 16 de junho de 2017

MONSTROS: MUÇULMANOS DO ISIS ESTUPRAM 200 MULHERES E CRIANÇAS EM IGREJA CRISTÃ


O Estado Islâmico usou igreja de Mosul para estuprar meninas e mulheres, relatou oficial do Exército iraquiano.

Na cave de uma igreja dizimada no leste de Mossul, escombros e detritos contam uma história dolorosa da depravação do ISIS em relação a mulheres e meninas Yazidi. No chão da icônica casa de adoração, pequenas peças de roupa interior rosa e amarela e faixas de flores pertencentes a jovens escravas sexuais Yazidi, que o grupo terrorista bárbaro tomou cativas.
"
"
Roupa interior de crianças e mulheres Yazidi encontradas na cave da Igreja de Mosul (FoxNews.com)

Funcionários iraquianos disseram à Fox News que pelo menos 200 meninas e mulheres Yazidi foram presas na histórica Igreja Ortodoxa Síria de São Efraim, um dos maiores templos cristãos da região, que foi libertado por forças iraquianas há vários meses.

"Encontramos documentos em que eles questionaram as mulheres e crianças sobre a sua idade, se eram casadas ou solteiras, virgens ou não, com o período ou não", disse o porta-voz do primeiro-ministro iraquiano, Waseem Nenwaya, à Fox News.


Waseem Nenwaya

Além disso, observou, o ISIS usou a igreja para armazenar documentos dos vários departamentos do grupo terrorista. Em Junho de 2015, um ano depois de o ISIS invadir Mosul, a segunda maior cidade do Iraque, e grande parte da região vizinha de Nínive, o grupo usou avisos de rua para anunciar que estava a converter essa igreja numa "mesquita dos mujahedeen". Posteriormente, a cruz da abóbada foi arruinada e a casa de culto foram despojada de móveis e símbolos cristãos.
"
Slogan do ISIS dentro da Igreja histórica de Mosul (FoxNews.com)"

Em substituição, a igreja foi pintada com a bandeira preta e branca do ISIS que declara em árabe: "Não há outro deus senão Alá" e as paredes grafitadas com o seu lema ameaçador.

"
Paredes da igreja após a presença do ISIS."

Mas, apesar de a igreja ter sido deixada praticamente em ruínas, e dos lembretes arrepiantes dos abusos do ISIS, os moradores locais estão determinados a restaurar e retornar São Efraim à comunidade cristã iraquiana em extinção. Nenwaya disse que o Departamento de Assuntos Cristãos do país, em conjunto com várias organizações não-governamentais focadas em assuntos humanitários, da França e da Itália, também se comprometeram a ajudar na reconstrução.

"
"

Dentro das ruínas da histórica Igreja Ortodoxa Síria de São Efraim em Mosul, no Iraque (FoxNews.com)
"O templo foi usado como um ponto de ataque de morteiros", continuou o porta-voz. "Eles cavaram as paredes da igreja".

FOX NEWS

O que destacar no horror de mais um Ramadã? A FOX NEWS é a única TV que conta a VERDADE, que não esconde as atrocidades islamistas. 

Há inteligentes que aprovam (!!!) as atrocidades islâmicas, porque os impérios britânico, francês, belga e outros, também as cometeram. Só dedicamos algumas palavras a tal gente porque são muitos, e são formatados pelos media para terem tais opiniões. 

Escusado será dizer que as vítimas britânicas, francesas, belgas e outras, dos ataques islamistas de hoje, não têm culpa das atrocidades dos seus antepassados, como os alemães de hoje não têm a culpa das atrocidades nazis. Ignoram também, esses, que o Islão sempre foi isto, desde que foi inventado, no século 7. E pessoas como os yazidis, os judeus, os curdos, os cristãos do Médio Oriente, que mal fizeram? 



Via http://amigodeisrael.blogspot.com.br/