Drogarias e Farmácias

sexta-feira, 28 de julho de 2017

EVANGELISTAS SÃO ESPANCADOS POR GRUPO LGBT


Uma agressão a evangelistas foi registrada em frente à Prefeitura de Calgary, no Canadá. No dia 17, os cristãos manifestavam seu apoio ao ativista pró-vida e pró-casamento Bill Whatcott, que enfrenta um processo judicial de US$ 104 milhões por pregar o Evangelho durante um evento de “orgulho gay”.

O grupo LGBT ANTIFA [sigla para Ação Antifascista] se aproximou dos membros do ministério cristão “Igreja na Rua”, que tinha cartazes com palavras de ordem e usavam camisetas com o lema “Jesus fará o Canadá grande de novo”.

A rede de TV CBC News divulgou que um grupo de LGBTs começaram a gritar ameaças contra os cristãos. Quando alguns cristãos responderam “Jesus te ama e quer salvar a sua alma”, um dos ativistas começou a desferir socos e pontapés, sendo seguidos por outros.

Inicialmente os cristãos apenas se defenderam, mas quando o número de agressores LGBT aumentou, a coisa saiu de controle.

Várias pessoas acabaram feridas, mas nenhuma precisou ser hospitalizada.

O detetive Keith Silvester, da polícia local, disse que os investigadores irão examinar os vídeos entregues às autoridades, para ver se há motivo para pedir a prisão de alguém.

Ele esclareceu que o grupo da “Igreja na rua” tinha permissão para realizar seu evento no local e que a polícia não esperava que os manifestantes LGBT aparecessem.

A Igreja na rua explica em seu site que é um ministério interdenominacional e que sua visão é “dar a todos a oportunidade de responder ao chamado para conhecer Jesus Cristo como Salvador”.

Eles realizam com frequências ações nas ruas da cidade, oferecendo alimentos aos sem-teto e pregam o evangelho no entorno da prefeitura quatro vezes por semana.

Ao mesmo tempo, os membros do ANTIFA possuem um histórico de agressões a manifestações de conservadores tanto no Canadá quanto nos Estados Unidos. Com informações Christian Post





Por Jarbas Aragão - Gospel Prime