Drogarias e Farmácias

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

BOMBA: PESQUISADORES DO CERN ESTÃO DESCONCERTADOS E ADMITEM: 'NÃO EXISTIRIA O UNIVERSO SEM DEUS'


A evidência reforça a teoria 2009 do Deus Hipercósmico

Os pesquisadores do CERN estão desconcertados de como a matéria prosperou no universo primitivo quando deveria ter sido destruído pela antimatéria, uma descoberta que evoca uma teoria de que o universo é controlado por um reino misterioso que se encontra fora do espaço e do tempo.


Os pesquisadores fizeram um avanço tecnológico quando eles compararam o magnetismo de um antipróton com o de um próton usando uma nova técnica, que é 350 vezes mais precisa do que a medida realizada em janeiro.

Mas eles descobriram que, apesar da descoberta, não havia diferença entre os dois, o que significa que a matéria e a antimatéria deveriam ter se destruídas eras atrás, impedindo o universo de existir.

No entanto, obviamente, isso não é o que aconteceu.

"Todas as nossas observações encontram uma simetria completa entre a matéria e a antimatéria, razão pela qual o universo não deveria existir", afirmou a pesquisadora Christian Smorra. "Uma assimetria deve existir aqui em algum lugar, mas simplesmente não entendemos onde está a diferença".

"Qual é a fonte da ruptura de simetria?"

Talvez as leis físicas do universo sejam controladas por algo - ou alguém - fora do universo; em outras palavras, o universo não é a "realidade básica", mas sim um nível de existência contido em outra superestrutura desconhecida pelo homem.

Isso está intimamente relacionado com o ponto de vista do falecido físico francês Bernard d'Espagnat, que uma vez teorizou que a ciência oferece apenas uma visão "velada" de uma realidade subjacente que a ciência não pode acessar.


Bernard d'Espagnat



"D'Espagnat também entendeu a importância filosófica desses novos insights baseados na física sobre a natureza da realidade", escreveu a Fundação Templeton Prize, que premiou d'Espagnat em 2009. "Muito disso se centra no que ele chama de "realidade velada", "uma realidade oculta e final, além do tempo, do espaço, da matéria e da energia - conceitos desafiados pela física quântica como possivelmente simples aparências".

"Desde então, seus textos e palestras sobre questões fundamentais, como 'Que informação a ciência realmente nos dá?' provocaram debates entre cientistas e filósofos".

D'Espagnat acreditava que a humanidade poderia vislumbrar parte da realidade sob o véu, mas, em última análise, permaneceria um mistério infinito e eterno.

Este é realmente um conceito que os jovens jogadores de Minecraft poderiam entender; eles habitam o mundo do Minecraft, no entanto, como jogadores dentro do jogo, eles nunca viram o código fonte - a superestrutura - executando o programa.

E ironicamente, isso tem semelhanças com algumas das filosofias de Immanuel Kant, que sugeriram que a moralidade "escapa" da nossa realidade a partir de outro domínio.

Curiosamente, a diretora-geral do CERN, Fabiola Gianotti, encontrou-se em segredo com as principais elites do mundo na Conferência Bilberberg em junho, implicando que os pesquisadores do CERN fizeram descobertas que podem alterar a civilização humana para sempre.




Via: http://www.anovaordemmundial.com/ e https://www.infowars.com/universe-without-god-shouldnt-exist-cern-research-suggests/