Drogarias e Farmácias

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

EM ISRAEL, SIMPATIZANTES DO ISIS SÃO ACUSADOS DE PLANEJAR ATENTADO CONTRA O MONTE DO TEMPLO


Dois militantes do Estado Islâmico que atuavam em Israel, incluindo Sa’id Ghasoub Mahmoud Jabarin, de 26 anos, e um rapaz de 16 anos que não teve seu nome divulgado, foram acusados de planejar um ataque terrorista contra o Monte do Templo, local considerado sagrado pelo cristianismo, judaísmo e pela fé maometana. O ataque deveria ser realizado com uso de armas de fogo, de maneira similar aos assassinatos em massa cometidos pelo ISIS em território europeu e também em áreas controladas pelo Estado de Israel. A notícia sobre a captura dos militantes terroristas foi publicada no último dia 28, pelo portal Breitbart Jerusalem.

Conforme o veículo de comunicação, "dois jovens residentes da cidade árabe-israelense de Umm al-Fahm foram acusados, nesta quinta-feira, de planejar um atentado com uso de armas de fogo a ser conduzido no Monte do Templo, na cidade de Jerusalém, seguindo padrão similar ao crime cometido em julho deste ano". O ataque seria realizado pela mesma maneira através da qual integrantes do Estado Islâmico cometeram assassinatos em massa em dois estados dos EUA e em Paris, na França, em novembro de 2015. 

O portal Breitbart acrescenta: "os dois suspeitos, Sa’id Ghasoub Mahmoud Jabarin, de 26 anos, e um segundo militante, de 16 anos, que não pode ter seu nome divulgado em decorrência de ser menor de idade, são, na opinião da acusação, simpatizantes da organização terrorista Estado Islâmico. Um terceito integrante, da mesma cidade, do grupo, Firas Salah Mahmoud, de 24 anos, também foi preso por suspeita de envolvimento na organização extremista. Mahmoud foi acusado, além da suspeita de ligação com o ISIS, por posse ilegal de arma de fogo.

O site jornalístico informa que a notícia foi veiculada originalmente pelo portal The Times of Israel - todavia, a notícia teria mantida em silêncio pelas autoridades policiais do distrito de Haifa desde o dia seis de setembro, quando os três teriam sido presos originalmente, para assegurar o bom andamento das investigações sobre o plano orquestrado pelo Estado Islâmico. O portal Breitbart já informou que o ISIS atua na região monitorada pelas Forças de Defesa de Israel, em parceria ocasional com a organização salafista Hamas, de ideologia e métodos de guerra similares.


Mais sobre o tema - leia sobre a colaboração entre o Estado Islâmico e o Hamas em Israel e no norte da África

Mais sobre o tema - vídeo do canal PragerU sobre o Estado Islâmico:

Assista o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=v7f0bKIOwys





Via http://diariodainsurgencia.blogspot.com.br/