Drogarias e Farmácias

sábado, 24 de fevereiro de 2018

ESCRAVIDÃO ORWELLIANA: AMAZON PATENTEIA PULSEIRA QUE PERMITE RASTREAR AS MÃOS DE UM TRABALHADOR PARA CONTROLAR O RENDIMENTO


As pulseiras de rastreamento, patenteadas pela Amazon, levantam preocupações éticas.

A Amazon patenteou pulseiras que têm a capacidade de rastrear os movimentos da mão de um empregado mediante o uso de rastreamento ultrassônico.

Este rastreamento ultrassônico supervisionará e avaliará o rendimento de um trabalhador que utilizar retroalimentação háptica. Muitas pessoas fazem comparações com a popular série da Netflix, Black Mirror, a qual trata sobre o lado obscuro das interações humanas com a tecnologia.

As novas patentes devem ser usadas por pessoas que trabalham para a Amazon em seus depósitos. Estas pulseiras funcionam em combinação com dispositivos ultrassônicos colocados em lugares designados em um depósito da Amazon.





A patente é dita para "ajudar" os trabalhadores.

Se as mãos de um trabalhador da Amazon moverem o artigo de forma errada, a pulseira vibrará.

Muitas pessoas compararam esse zumbido com o de uma cerca invisível usada para treinar cães. Além desses dispositivos questionáveis ​​que acompanham a invenção, eles também exigem que os empregados trabalhem a uma velocidade específica para não atrasar as encomendas. O propósito dessas pulseiras é garantir que todos os pedidos da Amazon sejam enviados com precisão e em tempo hábil, particularmente para os membros da Amazon Prime.

Essas patentes foram arquivadas pela primeira vez em 2016 e foram recentemente aprovadas no final de janeiro deste ano. Não demorou muito para uma reação em relação às pulseiras por funcionários da Amazon, bem como pessoas fora do negócio. Isso não é desejável para a Amazon, que recentemente esteve sob escrutínio quanto às condições de trabalho precárias em seus depósitos também.

Essas condições de trabalho precárias são centradas em intervalos temporários e limitados de banheiro, bem como usando temporizadores de embalagem para garantir que os trabalhadores estejam operando a uma velocidade suficiente. A boa notícia é que muitas patentes que são concedidas nunca são implementadas, então esperemos que a negatividade em torno desses dispositivos contenha sua implementação na força de trabalho da Amazon.


Leia mais: http://www.anovaordemmundial.com/ https://buscandolaverdad.es/2018/02/09/amazon-patentan-una-pulsera-que-permite-rastrear-las-manos-de-un-trabajador-para-controlar-el-rendimiento/