Drogarias e Farmácias

quinta-feira, 22 de março de 2018

CLÍNICA DE ABORTO É FLAGRADA VENDENDO CAIXAS DE BEBÊS ABORTADOS EM UM CARRO


Clínica estava tentando encobrir como ela descarta os corpos de bebês abortados

Uma clínica de aborto da Carolina do Sul foi flagrada em vídeo transportando ilegalmente e vendendo corpos de bebês abortados em um carro para uma empresa de gerenciamento de resíduos.

O Pro-life Group Created Equal descobriu transações ilegais de partes de bebês abortados entre uma clínica de aborto de Greenville, Carolina do Sul, e a Stericycle, a maior empresa de transporte biológico de resíduos dos EUA.

O vídeo mostra uma representante da Women’s Clinic de Greenville transportando ilegalmente bebês mortos em um carro de passageiros sem identificação e transferindo as partes dos corpos de bebês abortados para um caminhão de lixo da Stericycle em um posto de gasolina local.

As imagens chamaram a atenção do Departamento de Saúde e Controle Ambiental do estado, que emitiu avisos de violações ao Women’s Center de Greenville e Stericycle.

De acordo com a carta, as ações ilegais violam o Regulamento de Manejo de Resíduos Infecciosos da Carolina do Sul 61-105, que incluem:

- Transferência e armazenamento ilegalmente de resíduos infecciosos (bebês abortados).
- Transferência de resíduos em uma instalação de transferência não designada (posto de gasolina).
- Não ter um veículo de transferência devidamente marcado e um contêiner de carga resistente a vazamentos.
- Não ser registrado como transportador de resíduos infecciosos.
- Não ter plano de gestão de resíduos infecciosos.

A Stericycle por outro lado violou 5 regulamentos, incluindo:

- Resíduos infecciosos transferidos e armazenados ilegalmente (bebês abortados).
- Resíduos infecciosos transferidos ilegalmente de um veículo para outro em instalações de transferência não designadas.
- Resíduos infecciosos ilegalmente aceitos sem manifesto adequado.

“Agradecemos ao SCDHEC por trazer à tona a conduta ilegal da Women’s Clinic de Greenville e da Stericycle”, disse o presidente da Created Equal, Mark Harrington.

"Exigimos que o SCDHEC encerre ambas as operações com base nessas violações, não apenas com uma punição leve".











Via: http://www.anovaordemmundial.com/ e https://www.infowars.com/abortion-clinic-caught-selling-box-of-aborted-babies-from-car/